Blog

Era do Conhecimento e Religião

13 Feb, 2019

A era do conhecimento e a Religião

No mundo moderno, nós temos sede de saciarmos a nossa necessidade de informação e usamos a informação como uma forma de abusarmos da nossa liberdade de filhos de Deus, isto por que nos tempos atuais, a informação é apenas um produto perecível que utilizamos ao nosso próprio bem querer, e de acordo com os nossos caprichos.Os sábios antigos estavam preocupados com a utilização do conhecimento e em absorver e aprender, reter o conhecimento e a sabedoria milenar para a utilizar em prol de seus conterrêneos e contemporâneos - mas hoje, a informação e o conhecimento, apenas perpassa a nossa mente, vai de encontro à nossa fantasia, e sacia a nossa sede de informações novas que nunca tem fim.Nós não estamos preocupados em utilizar a informação para o bem do mundo e da sociedade, logo que a temos, nós a descartamos e a jogamos no lixo.Isto é um mal muito grande, pois devemos aprender para viver, e aprender significa reter conhecimento.
Se não retemos o conhecimento e o aplicamos em nossas vidas somos como que, loucos, que nunca chegaram ao conhecimento de nada.

Temos que aprender os ensinamentos dos antigos na Bíblia ou nas salas de aula e aplicá-los em nossas vidas, para que nossas vidas se tornem melhores, e para que o mundo seja transformado pelo nosso conhecimento das coisas e da obra criada, e façamos um mundo cada vez melhor, para todos.

Também na Religião se observa um "frenesi" pela informação, e falta-nos colocar em prática o evangelho. São Francisco de Assis não hesitou, quando leu a Palavra de Deus, por apenas três vezes, não teve dúvidas de que sua vida era a vida conforme o Santo Evangelho.

Por que lemos, lemos, e estudamos a Palavra de Deus, mas ela não muda as nossas vidas?

O mundo tem sede do conhecimento como tem de um espetáculo, que apenas sacia por um instante, mas que só serve para nos entreter por um momento. Não quer compromisso com a transformação do Mundo.

Até quando seremos meros telespectadores, e não agentes de mudança?

Deus nos convida a utilizarmos o conhecimento que temos, e a vivermos o que sabemos, e a partilharmos o pouco que aprendemos, e a sairmos da abstração, para a vida.
Patrício Tavares

Anunciantes